Paul Lazarsfeld

Biografia:

Paul F. Lazarsfeld nasceu em Viena, na Áustria, em 1901. Filho de um advogado socialista foi criado e educado ali. Na década de 1920, mudou-se nos mesmos círculos como o Círculo de Viena dos filósofos, incluindo Otto Neurath e Rudolf Carnap, recebendo seu doutorado em matemática aplicada da Universidade de Viena em 1925.

Em 1925 ele fundou um instituto de pesquisa dedicado à aplicação da psicologia para os problemas sociais e econômicos. Este foi o primeiro de quatro universitários relacionados com a investigação social aplicada nos institutos fundados por Lazarsfeld, os outros foram o Centro de Pesquisa da Universidade de Newark, o Escritório de Pesquisa Rádio Universidade de Princeton, e da Secretaria de Pesquisa Social Aplicada na Universidade de Columbia.Em 1926 casou-se com a socióloga Marie Jahoda .

Ele veio para a sociologia através da sua especialização em matemática e métodos quantitativos, participando de várias primeiros estudos quantitativos, incluindo o que foi possivelmente o primeiro estudo científico dos ouvintes de rádio, em 1930-1931. Sua tese foi uma aplicação da teoria da gravitação de Einstein para o movimento do planeta Mercúrio. Juntamente com Hans Zeisel que escreveu um estudo clássico, agora sobre o impacto social do desemprego em uma pequena comunidade: Die Arbeitslosen von Marienthal (1932; eds Inglês de 1971.). Ele se divorciou de Maria em 1934 e se casou com seu colega Herta Herzog , que se divorciou dele em 1945.

Com uma formação inicial em Matemática, Lazarsfeld emigrou, nos anos 30, para os Estados Unidos. Tinha entretanto concluído, em Viena, dois estudos sociológicos: Juventude e trabalho (1931) e Os desempregados de Marienthal (1934). Na América, Lazarsfeld constitui um exemplo de integração bem sucedida (ao contrário, por exemplo, de Adorno).

Professor na Universidade de Columbia, funda o Bureau of Applied Social Research, onde propõe, demarcando-se da Escola de Chicago, do marxismo e da Escola de Frankfurt, um novo estilo de sociologia: burocrática, profissional, comercial, padronizada, técnica e empírica. Com Parsons e Merton, Lazarsfeld fecha o triunvirato funcionalista que vai dominar a sociologia americana durante as décadas de 40 e 50 do século XX. Conselheiro, no pós-guerra, da Fundação Ford para o desenvolvimento e a reorganização das Ciências Sociais na Europa, Lazarsfeld assume por vários anos a presidência da Associação Americana de Sociologia.

A sua obra, extensa e variada, percorre disciplinas tais como a Sociologia, a Psicologia Social, a Ciência Política, as Ciências da Comunicação e a Metodologia das Ciências Sociais, deixando um legado incontornável ao nível dos estudos do marketing, da publicidade, da propaganda, da opinião pública, das atitudes  e da metodologia das Ciências Sociais, designadamente no que se refere à análise de conteúdo, à análise de dados e à conceptualização .

Lazarsfeld morreu em 1976. Ele tinha um filho, Robert Lazarsfeld , agora um professor de matemática na Universidade de Michigan, que publicou uma positividade em Geometria Algébrica (Springer), em 2004.

Idéias principais:

Grandes interesses de Lazarsfeld foram baseados na metodologia da pesquisa social e o desenvolvimento dos institutos de formação e investigação nas ciências sociais. Devido à originalidade e diversidade de suas idéias, sua energia e magnetismo pessoal, seu estilo único de colaboração com alunos e colegas, e a produtividade dos institutos de pesquisa que ele estabeleceu, sua influência sobre a sociologia e investigação social – tanto nos Estados Unidos e na Europa – foi profunda. Seus colaboradores e alunos aprenderam muito com ele e muito contribuiu para sua fama.

Foi um dos fundadores da análise norte-americana sobre os meios e seus efeitos na formação da opinião pública. Um dos primeiros estudos de Lazarsfeld foi sobre a influência dos meios nas práticas eleitorais em Ohio. Os resultados foram publicados em seu livro “The people’s choice”. Este sem dúvida foi o primeiro grande estudo sistemático sobre a chave da formação e evolução da conduta eleitoral. Tal estudo se relaciona com a personalidade dos eleitores, sua formação e critério e influência dos meios na tomada de decisão. O principal meio estudado foi o rádio.

Em 1955, publicou juntamente com E. Katz “Personal Influence: The part played by people in the flow of man communications”. A obra foi fruto de uma investigação feita sobre a influência dos meios de comunicação sobre os líderes de opinião e sobre a opinião pública, realizada na cidade de Middle West. Katz e Lazarsfeld rompem com as explicações precedentes e dão um valor ilimitado a influência dos meios.  Outra teoria de Lazarsfeld é do ‘Two step flow of communications’ sobre o processo de influência.

As críticas ao seu trabalho o acusaram de contradição entre um pensamento político progressista e sua prática investigadora ao serviço de corporações mercantis e institucionais.

Obras mais importantes:

  • The people’s choice, 1944;
  • The language of politics, 1944;
  • Personnal influence, 1955;
  • Latent structure analysis, 1950;
  • The analysis of communication content, 1948;
  • Mathematical thinking in the social science, 1954
  • The language of social research, 1955;
  • The uses of sociology, 1967;
  • Philosophie des sciences sociales, 1970


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: